Páginas

13 de nov de 2012

Surpresas da vida



========================================================
Todos se lançam às suas próprias buscas, no cumprimento de sua sina
A sina é o cumprimento do desejo perene, da razão do sentimento
Assim nos arriscamos, permitimo-nos o novo e nos lançamos a viver
========================================================

Surpresas da vida

A vida é capaz de grandes surpresas, despertando o novo
E surpreendentes são as percepções da simplicidade
De fato, as sutilezas é que revelam a essência do existir

Há um curso, um rumo de existências em eterno movimento
No cenário do mundo elas bailam, serenas ou não, em suas próprias razões
E o que impera é o curso do desejo, a promessa de felicidade do ser

Todos se lançam às suas próprias buscas, no cumprimento de sua sina
A sina é o cumprimento do desejo perene, da razão do sentimento
Assim nos arriscamos, permitimo-nos o novo e nos lançamos a viver

Nesta jornada nos deparamos com as tais sutilezas da existência
À medida que nos permitimos desafios, surpresas vão e vêm
Com elas flertamos nossos sonhos, desejos, ideais

E na estrada de meus próprios desafios, sutilezas me encantaram
Sutilezas estas vestidas de um rosto e sorriso radiantes
Tamanha surpresa mediante a doce mulher com traços de luar

Para tal luar direcionarei meus olhos e poemas, doces e verdadeiras palavras
Me permitirei à contemplação desta agradável surpresa que mexe com meus brios
Quero também ser para ela, para ti, motivo de surpresa e satisfação... 


Escrito por Edward de A. Campanario Neto



===============================================
"Surpresas, os fatos que sacodem a existência e nos lembram que estamos vivos"
=============================================== 

Nenhum comentário: